SERRA MAI é o nome que Sebastião da Gama dá à Serra da Arrábida, que metaforicamente apelida de MÃE. Este Poeta que nasceu em Azeitão procurou, durante toda a sua vida e obra a paz plena com a Natureza, questionando a sua grandiosidade face ao Homem.

Este branco, de cor citrina, produzido com uvas das castas Fernão Pires, Arinto e Roupeiro. Intenso no aroma, com predominância para as notas de fruta exótica e de polpa branca. No palato é fresco, equilibrado e gastronómico. Devera ser consumido jovem, entre os 10° e o 12°C.

Site Seguro
×

Seja responsável, beba com moderação

Tem idade legal para o consumo de bebidas alcóolicas no seu país?

Sim Não